• Eletronjun

O que é máscara de solda para placa de circuito impresso? Aprenda como fazer uma.

Atualizado: Jul 30

A Placa de Circuito Impresso é uma parte essencial e usada em praticamente todos os projetos eletrônicos. Para melhorar seu funcionamento e trazer um diferencial para sua placa, é mais aconselhável usar uma máscara de solda para placa de circuito impresso por cima, o que traz para seu projeto uma maior profissionalidade.


O que é?

A máscara de solda para placa de circuito impresso é uma cobertura formada por tinta ou outro material que se destaque na placa de modo a diferenciar o circuito do resto da placa.



Ela pode ser feita de várias maneiras e ainda tem várias funções dentro de uma PCI. O problema é que as etapas para serem feitas são bem suscetíveis a pequenos erros que podem atrapalhar o funcionamento de seu circuito.


Qual sua importância em um projeto?

Uma função essencial da máscara de solda de placa de circuito impresso é facilitar na hora de soldar os componentes nos terminais, visto que a solda não consegue aderir à tinta utilizada na máscara.

Outra função a se levar em conta é que a máscara de solda consegue proteger os elementos condutores de danos causados por agentes externos, como por exemplo, a umidade.



Quais os materiais necessários?

Apesar de uma longa lista de materiais necessários para fazer a máscara, a maioria é bem fácil de se conseguir e você pode até já ter em casa.

Aqui está a lista de materiais necessários:

  • Papel transparência A4;

  • Palha de aço;

  • Detergente;

  • Cola quente;

  • Eixo de retífica;

  • Tinta fotossensível;

  • Retífica;

  • Placa de vidro;

  • Isopor;

  • Lâmpada UV

  • Solução de carbonato de sódio a 1%;

  • Rolo de pintura;


Como fazer?


Para fazer a máscara, o procedimento é bem parecido com o de fazer a placa em si, tirando a parte final do trabalho. Lembrando que existem diversas formas de se fazer a máscara de placa de circuito impresso.


  1. Deve-se criar um fotolito com as trilhas e a posição de todos os componentes da placa. Para fazê-lo, temos a ajuda de alguns softwares específicos para isso;


2. Em seguida, devemos imprimir o fotolito em papel transparência. É recomendado imprimir primeiramente em uma folha de papel comum para ver a posição dos furos. É muito importante lavar a placa com palha de aço e detergente, de modo a tirar as impurezas que ainda restam.


3. Com a cola quente, você deve conectar um eixo da retífica no centro da parte de trás da placa e depois passar a tinta fotossensível em toda a face superior da mesma. Não esqueça de utilizar a luva.



4. Após passar a tinta, centrifugue a placa com a retífica dentro de uma caixa de papelão para tirar o excesso de tinta. Uma dica é ligar e desligar rapidamente sua retífica para que o eixo não desconecte da placa.


5. Retire o eixo da retífica e cure a placa com um secador de cabelo durante 20 a 30 min. Com a placa já seca, posicione o fotolito em cima da placa e pressione-o de modo a mantê-lo fixo. Com isso, posicione a placa de vidro em cima da placa de circuito e faça pressão com a placa de vidro para tirar as bolhas de ar que possam existir.


6. Fixe a lâmpada dentro do isopor e feche com a placa de circuito e o fotolito dentro, lembrando de manter a placa de vidro em cima dos dois. Após fechar o isopor, ligue a lâmpada e mantenha ela acesa por 10 a 12 min.


7. Após o tempo previsto, abra o isopor e retire a placa de vidro com o fotolito e a placa de circuito. Separe o fotolito da placa.


8. Dentro de um recipiente de plástico, coloque a solução de carbonato de sódio a 1% e deixe a placa dentro dessa solução por 1 minuto.


9. Por fim, passe um rolo de pintura na placa molhando-o na solução até que a tinta excedente saia. Pare quando vir exatamente o que está no fotolito.


10. Após todos esses passos, a máscara da placa de circuito impresso estará pronta.



Para saber um pouco mais sobre nossos serviços de placas de circuito impresso, clique nesse link.

0 visualização
Contato
Redes Sociais

© 2020 por EletronJun. Todos os direitos reservados.