EletronJun

Quem somos?

Com o intuito de aplicar e repassar os conhecimentos adquiridos academicamente ao mercado de trabalho, de gerar uma visão empreendedora em estudantes universitários e suprir as necessidades do campus Gama da Universidade de Brasília, surgiu a ideia da criação de uma empresa júnior capaz de desenvolver projetos em grupo, aplicar cursos preparatórios para os estudantes e para o público em geral e trazer mais conhecimento para os graduandos.

A EletronJun - Engenharia Eletrônica Júnior foi criada em 2013, por alunos do curso de Engenharia Eletrônica da Universidade de Brasília, e, desde então, vem aumentando seus horizontes e crescendo cada vez mais como empresa. Com diversos projetos voltados tanto para a universidade quanto para o mercado, a EletronJun pretende alcançar, cada vez mais, um maior número de pessoas com suas ideias.

A empresa busca sempre integrar a comunidade do Gama em suas iniciativas, além de propor parcerias com o campo industrial regional, almejando tornar mais acessível o conhecimento a toda a comunidade e desenvolver o meio acadêmico-científico com o auxílio empresarial.

Movimento Empresa Junior

Composto por universitários integrantes das empresas juniores, empresas cuja gestão e organização são exercidas por estudantes, o Movimento Empresa Júnior (MEJ) é um dos maiores movimentos jovens e estudantis do mundo.

O MEJ surgiu na França, em 1967. Criado por estudantes da ESSCS - L’École Supérieure des Sciences Economiques et Commerciales, em Paris, com o sentimento da necessidade de conhecimento de estratégias e ferramentas que viriam a utilizar no mercado de trabalho. Assim, fundaram a Junior ESSEC Conseil, uma associação de estudantes com os mesmos princípios de colocar em prática seus conhecimentos acadêmicos.

No Brasil, a primeira empresa júnior foi fundada em 1988, em São Paulo. Hoje, nosso país tem a maior concentração de empresas juniores do planeta, preparando cada vez mais estudantes para o pós-universidade e contribuindo com, segundo dados de 2013 da Concentro, R$ 9,5 milhões para o PIB nacional.

A participação em empresas juniores proporciona aos estudantes conhecimento prático relacionado à área que estudam, incentivando a inovação e o empreendedorismo e, assim, preparando estudantes universitários para as demandas do mercado de trabalho.

O MEJ tem impacto positivo também na sociedade, através de empresas juniores fornecendo serviços de boa qualidade com preços acessíveis, dos quais toda a arrecadação é utilizada apenas para a manutenção e crescimento da empresa. Compromisso com resultados, transparência e sinergia são alguns dos valores que sustentam o Movimento, capaz de transformar universitários em empreendedores a partir do aprendizado por projetos, por gestão e por cultura empreendedora.

Parceiros